No caminho à Barcelona… 15.05.2015

Na estrada, transpassando as fronteiras da França em direção à Espanha,  observo os mais diversos tipos de vegetação: árvores,  grama e arbustos já denunciam a entrada em um novo país.  Passamos pela região da fronteira entre a França e a Espanha: as gentes já não eram mais as mesmas. Rostos rústicos, belos e com vestimentas próprias evidenciavam suas expressões singulares. Peles mais bronzeadas, arquétipos ricos. Desejei conhecer mais de perto aquela gente,  além dos aspectos paisagísticos daquela terra, nem espanhola nem francesa. Apesar de ainda estarmos no território francês, cheguei a assistir uma parte do “jornal falado” (como diz minha avó Janete) numa língua distinta: o catalão.

Alguém já disse que não se pode colocar a luz debaixo do alqueire. Brilhe, porque não oferecer ao mundo o algo construtivo que você sabe fazer – alguns chamam esse algo de dom – é também um mal. Temos um ensinamento parecido também na sabedoria budista.

A curiosidade é meu dom e a minha luz. Por isso, quero compartilhar alguns desdobramentos da minha curiosidade diária em terras europeias com vocês. Parto do pressuposto de que a verdade é um espelho jogado do céu, que foi quebrado em várias minúsculas partes as quais foram sendo colhidas pelos povos em várias partes do mundo. A minha busca está sendo de procurar algumas minusculas partes desse espelho quebrado a fim de alcançar um auto-descobrimento também. Desta feita, nenhum de nós, nenhum povo tem a verdade absoluta: é necessário nos unirmos todos a fim de tentar reconstruir esse espelho “perdido”. Será a união, a meu ver, e não a adoração de cada parte separada de um espelho que vai ser necessária à reconstrução deste, e consequentemente, da verdade. E sim, estou me permitindo ser um tanto platônica aqui…

Mas o que danado tem haver a paisagem , com o catalão e com a verdade?

Justamente, a busca de algo que é, a ser interpretado segundo minha visão de mundo já alavancada pela minha bagagem cultural, familiar e espiritual. O laboratório disso tudo? Esse blog.

Quero mergulhar um pouco no dia – a-dia desses povos. Além do olhar,  eu quero apreciar! Além da aparência, eu quero conhecer. Além do superficial, eu quero me aprofundar no espaço onde estou, nas cidades por onde vou,  nas histórias que alguém ainda não contou…

Por hoje é sol! Amanhã, quem sabe, choverá? Espero que não, quero aproveitar! Barcelona, aí vou eu!!

¡Hasta Luego, muchachos!

Leticia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s